"Às vezes também sucedem situações menos boas, fruto dessa motivação e luta extra, mas o que espero é um bom espectáculo, com muitos adeptos, que honre a região e, no final, que os três pontos sorriam ao Nacional", disse o técnico, na antevisão do embate da 20.ª ronda da Liga de futebol.

Manuel Machado, quando questionado sobre o momento da sua equipa, salientou que "nunca é bom defrontar qualquer adversário nesta Liga, mas é o que calendário dita e todos sabem que o futebol é fértil em surpresas".

O treinador considerou ainda que este jogo “não é determinante" em termos pontuais para qualquer das equipas, apostadas em alcançar um quinto lugar final, que dê acesso à Liga Europa.

"Faltam 33 pontos, quem perder este jogo perde somente 10 por cento dos mesmos. São mais ou menos três pontos que estão em questão, mas é claro que o Nacional vai tentar trazê-los (do Estádio dos Barreiros)", referiu.

Sobre o adversário, adiantou que "o Marítimo é uma boa equipa, com a mesma produtividade do Nacional (25 pontos)" e que "está igual a si mesmo”.

Machado desejou ainda que "a tarde de hoje, mais amena em termos meteorológicos, se prolongue até sexta-feira, de forma a não prejudicar o relvado e, consequentemente, o bom futebol das equipas".

O jogo entre os dois rivais da Madeira, para a 20.ª jornada da Liga, realiza-se sexta feira, no Estádio dos Barreiros, no Funchal.

Na primeira volta, na Choupana, os "alvi negros" venceram por 2-1.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.