O treinador do Vitória de Guimarães, Manuel Machado, criticou hoje a interrupção de três semanas da Liga de futebol e lamentou que o campeonato português pare mais vezes do que a maioria dos campeonatos europeus.

O técnico, que falava na conferência de imprensa de antevisão da deslocação a Setúbal, sábado, para a oitava jornada, disse “compreender os compromissos da selecção nacional e das outras competições”, mas destacou que “os grande exemplos vêm do norte da Europa, onde o volume competitivo é muito maior e o negócio ‘futebol’ e a qualidade do jogo também”.

“Como agente ligado ao futebol, sempre estranhei que quem tem responsabilidades para decidir continue alheio e não siga os bons exemplos”, concluiu.

O Vitória jogou domingo com o Atlético da Malveira, para a Taça de Portugal, mas para o campeonato já não compete há quase três semanas, desde 04 de Outubro, na recepção ao FC Porto, o que leva Manuel Machado a temer que a equipa, quarta classificada com os mesmos pontos que o Benfica e o Olhanense, quebre.

"Há sempre esse risco, mas espero que não tenha causado mossa. Tentámos minimizar isso com alguns jogos particulares, mas não é a mesma coisa, nada pode compensar a falta de competição, porque não se consegue criar um quadro semelhante à pressão dos pontos”, defendeu.

Sobre o embate com os sadinos disse estar à espera de um jogo “complicado”: “Vai ser um jogo de equilíbrios e os detalhes vão ser determinantes”, anteviu.

Para Machado, há a “necessidade de dar sequência à carreira positiva que o Vitória tem vindo a construir”.

Deixou ainda elogios ao adversário – “progrediu em relação ao que era há um ano” – e ao seu treinador, Manuel Fernandes.

“O Vitória de Setúbal tem vários jogadores experientes, com largo conhecimento da nossa prova e outros mais novos, mais irreverentes. Está muito bem construída, acima do que tem sido o seu passado mais recente”, disse.

O treinador mostrou-se ainda agradado com a eficácia defensiva da equipa, atribuindo méritos ao colectivo, e com o regresso em pleno dos avançados William e Targino, após lesões graves.

A equipa vitoriana volta a treinar na manhã de sexta-feira, viajando depois para Setúbal onde sábado, às 19:15, no Estádio do Bonfim, e sob arbitragem de Pedro Proença, de Lisboa, defronta o Vitória de Setúbal.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.