Vitória de Setúbal (14.º, com 16 pontos) e Naval 1.º de Maio (12.ª, com 19) defrontam-se domingo, a partir das 16:00, em encontro da jornada 20ª jornada da Liga portuguesa de futebol.

“Trata-se de coincidências, mas um avançado está sempre disponível para marcar golos. Caso a oportunidade surja, tentarei não desperdiçar”, argumentou.
Marinho não espera, porém, facilidades: “Vai ser um jogo extremamente difícil”, perspectiva o jogador, adiantando: “As duas equipas lutam pelo mesmo objectivo - manutenção - e querem consegui-lo rapidamente, pelo que vai ser uma partida de muita luta e muita pressão”.

O avançado da Naval 1.º de Maio garante que a equipa se encontra motivada e tem consciência de que vencer em Setúbal pode ser um passo muito grande rumo à manutenção.

“Nesta altura do campeonato, as posições começam a definir-se. Se vencermos em Setúbal, julgo que para além de ficarmos mais perto do nosso objectivo, ganharemos também uma grande dose de tranquilidade para os jogos que se seguem”, expressou Marinho.

O guarda-redes francês Peiser constitui, de momento, a preocupação dos responsáveis do clube figueirense. Mialgia de esforço é o diagnóstico, face aos exames clínicos efectuados, que coloca o jogador em dúvida para a partida de Setúbal.

De resto, e à excepção de Baradji, suspenso face a uma processo disciplinar que lhe foi instaurado pelo clube, o treinador Augusto Inácio tem todo o plantel à disposição para o jogo com a formação sadina.

O encontro entre Vitória de Setúbal e Naval 1.º de Maio, da 20.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, realiza-se domingo, a partir das 16:00, no Estádio do Bonfim, em Setúbal, com arbitragem do lisboeta Duarte Gomes.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.