O Marítimo venceu hoje o Vitória de Setúbal por 2-0, no Estádio dos Barreiros, em encontro relativo à 29.ª jornada da Liga portuguesa de futebol, mantendo-se na corrida às taças europeias.

Um “frango” monumental do guarda-redes Mário Felgueiras permitiu ao Marítimo abrir caminho para a vitória e a soma de três importantes pontos, na partida que marcou a despedida dos madeirenses dos jogos nos Barreiros.

O primeiro golo da partida foi conseguido aos 16 minutos, por intermédio de Tchô, na cobrança de um livre, contando com a colaboração do guardião sadino, que deixou a bola bater junto à linha, facilitando a sua entrada na baliza.

Com a obrigação de vencer, para continuar a sonhar com a possibilidade de chegar ao quinto lugar, o conjunto madeirense deparou-se com um Vitória de Setúbal interessado em conquistar pelo menos um ponto para assegurar em definitivo a manutenção.

A conjugação destes dois factores fez com que o jogo não tivesse apresentado a qualidade desejada, embora a equipa madeirense tivesse desfrutado de maior tempo de posse de bola e das melhores oportunidades que o jogo proporcionou.

Os sadinos responderam sempre que lhes foi possível, mas a defesa madeirense não permitiu veleidades, apesar de, aos 59 minutos, o polaco Kazmierczak ter obrigado Peçanha a uma grande defesa.

Depois de uma fase incaracterística, marcada pela pouca inspiração, o Marítimo voltou ao jogo e, aos 86 minutos, Baba serviu Kléber e o avançado brasileiro não perdoou, batendo Mário Felgueiras pela segunda vez e selando em definitivo o triunfo dos insulares.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.