Os adeptos que se encontram na Mata Real assistiram uma primeira parte com bom ritmo e boas oportunidades de golo, fazendo esquecer que se trata dos primeiros quarenta e cinco minutos da nova temporada de futebol. Ambas equipas cheiraram o golo por várias vezes mas ficaram-se por aí.

O Paços de Ferreira, ao minuto 19, podia ter marcado o primeiro, em casa, quando Manuel José cruzou da direita para o coração da área onde apareceu Mário Rondón, em boa posição, mas deixou a bola passar para o outro lado.

O Sporting ficou zangado e atreveu-se a responder logo de seguida por intermédio de Postiga. O número 23 surgiu na área em excelente posição para fazer o golo, após passe do chileno Matías Fernandez, mas Cássio fez uma grande defesa.

O jogo atravessava a sua melhor fase e o Sporting sufocou, por momentos, o Paços de Ferreira. Ao minuto 25, João Pereira cruzou da direita para o segundo poste onde surgiu Postiga a cabecear à trave. Liedson, logo de seguida, falhou a recarga.

O Paços também não se fez de rogado, a jogar perante os seus adeptos, e o “pequeno” Caetano, um dos melhores em campo e jogador da formação do FC Porto, impulsionou o ataque pacense.

Perto do final do primeiro tempo, Liedson rematou rasteiro do lado direito mas Cássio, uma vez mais, negou o golo aos Leões com uma fabulosa defesa. De seguida, Polga deixou escapar novamente o golo ao cabecear ao lado da baliza pacense.

Ultrapassados os primeiros quarenta e cinco minutos, o marcador ainda não se mexeu na Mata Real, em Paços de Ferreira.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.