Quatro dias depois do mercado de transferências de futebol ter fechado, Vítor Pereira respondeu a umas declarações de jornal desportivo nacional, que disse existir mau ambiente no balneário do FC Porto com alguns jogadores, nomeadamente Guarín e Alvaro Pereira, que pretendiam sair da cidade Invicta.

«Isso é ridículo, dá-me vontade de rir. A falta de seriedade é tanta que por vezes incomoda. Os jogadores estão a treinar com grande qualidade. Vejo as respostas no dia-a-dia porque os treinos têm sido de grande qualidade e profissionalismo. Há muita gente incompetente, ou não quer ser competente, e por vezes saem essas notícias sem fundamento», disse Vítor Pereira, este domingo, no auditório do Centro de Treinos e Formação Desportiva PortoGaia, no Olival.

O Chelsea, de André Villas-Boas, ex-treinador do FC Porto, foi o clube que tentou até à última levar o lateral-esquerdo Alvaro Pereira para Londres, mas sem sucesso.

«O Alvaro tem treinado de forma exemplar, viveu um período complicado, surgiu uma proposta que abalou o seu estado mental, é normal que mexa com o seu lado emocional mas foi sempre um profissional muito grande. A proposta foi abaixo da cláusula e houve vontade do jogador em ficar. E cá temos o Alvaro, satisfeitíssimo e a trabalhar», explicou.

«O mercado é um período complicado para os jogadores, mexe um bocado com a emoção deles. Para o treinador é um período complicado porque a estabilidade é importante para o trabalho. Mas neste momento estou satisfeito com o plantel, com os que cá estão, e tenho a certeza que vamos fazer uma grande época. Um plantel de grande qualidade e que vai dar reposta absoluta no campeonato e outras competições», acrescentou.

FC Porto visita a equipa de Leiria, esta terça-feira, na Marinha Grande, às 20h15, em jogo de atraso da terceira jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.