Maurício e Jefferson já se conhecem há oito anos. Cruzaram-se no Brasil no Palmeiras e reencontraram-se mais tarde no Sporting. À distância, o defesa central, que trocou recentemente os leões pela Lazio de Roma, confessou ao SAPO Desporto que acompanha com tristeza o afastamento do seu compatriota da equipa do Sporting.

“Conheço o Jefferson há oito anos. Fiquei a saber desta situação através dos meus ex-companheiros. O Jefferson é um excelente jogador, tem feito uma ótima temporada e infelizmente aconteceu isto. Não sei o que se passou, então prefiro não dar opinião. Mas, de antemão, digo que o Jefferson vai fazer muita falta à equipa. É um jogador muito importante, que se entrega, dá tudo dentro de campo e tem muita qualidade técnica. O Sporting só tem a perder com isto”, afirmou.

O central preferia que este caso tivesse sido resolvido internamente sem toda a exposição mediática que acabou por ser criada.

“Tomara que tudo se resolva, é uma situação muito chata. Hoje, de fora, vejo que estas são coisas poderiam ser resolvidas internamente, sem saírem cá para fora, mas infelizmente o Sporting tem este problema”, acrescenta.

Maurício fica a torcer para que “tudo se resolva da melhor maneira”, isto é, que “o presidente Bruno de Carvalho e o Jefferson possam fazer as pazes pois são duas pessoas muito importantes para o Sporting”.

Recorde-se que uma discussão entre o jogador brasileiro e presidente Bruno de Carvalho na passada terça-feira levou ao afastamento do jogador.

Ao que tudo indica, o motivo da discórdia prendeu-se com uma proposta do Dínamo de Kiev ao Sporting para contratar o jogador no mercado de janeiro, mas que este não chegou sequer a ter conhecimento.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.