O treinador do Boavista disse este sábado que a sua equipa está preparada para a estreia na I Liga portuguesa de futebol da época 2017/18, na segunda-feira, às 17:00, com o promovido Portimonense, "uma equipa aguerrida".

Miguel Leal relativizou o facto de o Boavista ter perdido só um dos 11 encontros que efetuou durante a pré-época, porque "foram jogos de preparação com equipas, na sua maioria, de escalões inferiores"

"Mais importante do que isso é saber se a equipa está preparada para o primeiro jogo", enfatizou, na antevisão desse jogo com o conjunto algarvio orientado por Vítor Oliveira.

Para Miguel Leal, "é indiferente" que o jogo seja com um adversário que vem da II Liga.

"Os graus de dificuldades dos jogos são todos máximos e até vamos jogar com uma equipa que tem muito entrosamento. Praticamente não mexeu no seu plantel e os jogadores conhecem-se muito bem. Se calhar, nesse aspeto até estão à nossa frente", avaliou.

Miguel Leal dividiu favoritismos, admitindo que o Boavista poderá ter a seu favor "o ritmo de jogo e eventualmente também a experiência da I Liga".

O técnico boavisteiro considera-se bem informado sobre o adversário, ressalvando, contudo, que não o viu ao vivo "porque não foi possível".

O Portimonense foi analisado "com algum cuidado e com muita profundidade" e Miguel Leal concluiu tratar-se de "uma equipa muito aguerrida, com uma ideia de jogo bem definida, mais de ataque rápido e forte nos lances de bola parada".

O treinador ‘axadrezado’ declarou-se "muito satisfeito" com o plantel ao seu dispor, realçando que as portas mantém-se abertas, podendo haver saídas ou entradas.

O Boavista possui agora mais soluções ofensivas, mas Miguel Leal referiu que na época anterior tinha "um jogador um bocadinho acima da média", caso de Iuri Medeiros, que estava emprestado pelo Sporting e voltou para o seu clube.

O treinador adiantou ainda que "hoje foi negociado e acordado com o plantel" o objetivo pontual para a primeira volta, sem o revelar.

"Vinte pontos era uma boa meta, mas nós queremos mais", concedeu apenas.

Miguel Leal comentou ainda a nomeação de um árbitro do Algarve, Nuno Almeida, para este jogo com o Portimonense, dizendo não ser favorável a este tipo de opções.

"Acredito na idoneidade do árbitro, mas para que não haja suspeição isso deve ser evitado. Mas não estou preocupado com esse facto, minimamente", completou.

O atacante peruano Iván Bulos está lesionado num tendão de Aquiles e não deverá ser opção para este jogo.

O Boavista, que viaja hoje, de autocarro, para o Algarve, estreia-se na I Liga portuguesa de futebol no terreno do recém-promovido Portimonense, na segunda-feira, às 17:00 num encontro que vai ser arbitrado por Nuno Almeida, da associação do Algarve.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.