A cumprir a segunda época nos turcos do Akhisar, Miguel Lopes recordou a passagem pelo Sporting, lamentando a forma como foi tratado em Alvalade, a partir do momento em que Bruno de Carvalho entrou para a presidência dos 'leões'.

“Ao princípio foi tudo muito bonito, porque estava no clube do meu coração, mas penso que merecia mais oportunidades do que aquelas que tive. Desde a entrada do Bruno de Carvalho que fui visto de outra forma. Não como um jogador, mas como um ativo de mercado que eles faziam o que queriam”, disse o jogador em entrevista ao jornal “O Jogo”.

"Apanharam um jogador que dava tudo pelo clube e aproveitaram-se. Estavam sempre a falar de baixar ordenado e os prémios e eu até aceitei uma vez , mas não o iria fazer uma segunda vez. Aceitei quando entrou o Marco Silva [em 2014/15] para fazer essa época, mas depois voltaram à história de baixar o salário e os prémios", recordou o lateral direito.

Miguel Lopes conta ainda que surgiu a possibilidade de regressar a Alvalade no início da temporada, mas o clube não quis.

"Falei com o braço direito do presidente. Disse que até renovava, mas não pelo valor que me apresentaram. Ficaria no Sporting se igualassem a proposta do Akhisar, mas não o fizeram e, automaticamente, segui a minha vida", rematou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.