O treinador do FC Porto aproveitou uma pergunta sobre Vitinha e Fábio Vieira, durante a conferência de antevisão ao Vizela, para lamentar a morte de Chalana, “um dos melhores da história do futebol português”.

Sérgio Conceição lembrou o “génio” Fernando Chalana, que morreu na quarta-feira aos 63 anos, e enviou um “sentido abraço” à comunidade benfiquista.

“Tenho de referir também o nome do Chalana, foi um génio, um dos melhores da história do futebol português. Quero mandar um abraço a toda a gente, incluindo sócios, adeptos e toda a estrutura do Benfica”, disse o treinador.

Além disso, revelou-se ainda solidário com à cidade de Guimarães, recordando os episódios de violência registados antes e depois do Vitória de Guimarães-Hajduk Split.

“Um abraço também para as pessoas de Guimarães, que viveram esta semana coisas que não são nada boas para o futebol. Na minha opinião, aquilo são delinquentes que utilizam o futebol para a violência gratuita”, referiu ainda.

Finalmente, e sobre a questão inicial relativamente ao facto de ter perdido Vitinha e Fábio Vieira, o treinador dos ‘dragões’ mostrou-se resignado.

“Ninguém gosta de perder jogadores, mas é a realidade do futebol português, de um campeonato menor, que não faz parte das big-5. Essas equipas é que conseguem ir buscar jogadores e encaixá-los logo”, concluiu.

O FC Porto joga este domingo, às 18:00 horas, em Vizela, numa partida da 2.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, que será arbitrada por Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.