Em entrevista ao jornal Expresso, José Mourinho faz uma análise à postura de Benfica, FC Porto e Sporting para a nova temporada, mas rejeita comprometer-se com uma 'escolha' sobre o seu candidato.

Para o treinador do Manchester United, as expectativas oscilam entre a estabilidade encarnada, a ambição leonina e a revolta dos dragões. "O Benfica encontrou uma direção, uma estabilidade organizacional. O Sporting tem, definitivamente, um apetite tremendo para conquistar um título de campeão. O FC Porto está ferido, magoado porque quem está habituado a ganhar como eles estão tem de encontrar um estado de alma de quase rebelião e de ir à procura do estado normal, que é ganhar outra vez", declarou, acrescentando: "Não quero ir pelo FC Porto do Nuno, ou o Benfica do Rui [Vitória] e o Sporting do [Jorge] Jesus."

"É um bocadinho como o Manchester United. Surpreende-me porque as pessoas estão habitudas a uma certa rotina de vitórias, mas as organizações mudam, mesmo as organizações perfeitas acabam por mudar. Há ciclos. Há ciclos de sucesso e, normalmente, os ciclos de sucesso não são tão duradouros como aquele que o FC Porto tem tido nas últimas décadas. Acho mais anormal o FC Porto ter ganho tanto durante tanto tempo. Aquilo que espero é um regressar à normalidade", rematou o técnico português.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.