Numa curta declaração aos jornalistas o director desportivo do clube da Figueira da Foz, Nuno Cardoso, disse que a ausência do treinador brasileiro na conferência de imprensa ficou a dever-se a um comentário do jornalista da SportTV «que colocou em causa a competência e capacidade» de Mozer em liderar a Naval.

«Nenhum elemento da equipa técnica da Naval estará aqui para analisar o jogo», sublinhou Nuno Cardoso.

Carlos Mozer não compareceu à zona de entrevistas rápidas – mas sim o treinador adjunto Fernando Mira - e o jornalista da Sport TV explicou que a ausência do técnico principal era motivada pelo facto de não possuir o IV nível de treinador exigido pela Liga de Futebol.

Na ficha do encontro com o Benfica Carlos Mozer aparece como delegado ao jogo, Fernando Mira como treinador adjunto e o secretário técnico do clube, João de Almeida – que possui o quarto nível de treinador - como treinador da Naval.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.