O treinador André Villas-Boas assumiu que o FC Porto é um "clube mais fechado", mas acrescentou que lhe parece ser maior o número de jogadores que trocam Benfica e Sporting pelo FC Porto do que o contrário.

“A única coisa que posso dizer é que parece-me maior o número de jogadores que se mudam do Benfica e Sporting para o FC Porto, do que os que saem do FC Porto para os outros dois. Dentro da geração Vítor Baía, essa realidade parece-me clara, até porque nessa geração, o FC Porto conquistou igualmente um número incrível de títulos”, sustentou.

Neste sentido, para o técnico portista, esse facto mostra que os jogadores optam por uma organização mais “fechada” que lhes garanta o sucesso.

“Isso diz alguma coisa. Houve procura de títulos, de prestígio, de procura de um ambiente diferente, mais fechado, que é a marca do FC Porto. Um clube que se protege e conquista títulos", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.