Quando a bola começar a rolar no recomeço da I Liga, é provável que não venha a escutar apenas os gritos dos jogadores em campo ou as instruções dos bancos. A Sport TV vai testar uma tecnologia portuguesa inovadora que promete colocar os adeptos no estádio, mesmo com os jogos a decorrerem à porta fechada.

O mundo estará atento ao arranque da prova, principalmente as grandes cadeias de televisão que detém os direitos de transmissão das ligas que estão para recomeçar, como La Liga espanhola, Série A italiana e Premier League inglesa, para ver em ação a 'Global Stadium', uma aplicação que minimiza os efeitos da ausência física de espetadores nas bancadas.

Para já, o software estará integrado dentro da aplicação da Sport TV. Os subscritores do canal premium de desporto terão à sua disposição um conjunto de opções predefinidas para transmitir as suas emoções sobre o jogo em cada momento. O adepto escolhe o clube que quer apoiar e, quando a bola começar a rolar, poderá "enviar palmas, assobios, gritar golo, cantar o hino do clube, etc, manifestando como se estivesse no estádio mas interagindo com o jogo", explica César Barbosa, diretor da Global Stadium, ao SAPO Desporto.

E como se processa? "Em casa o espetador ou fã está a ver o jogo, a escolher as emoções e a ouvir o conjunto de emoções de toda a gente, o algoritmo, graças ao conhecimento de inteligência artificial instalado, vai dizer-me isso mesmo: se houver mais gente a bater palmas, vou ouvir mais gente a bater palmas que assobios na transmissão em casa. A aplicação doseia e calcula esse algoritmo, é tudo real", sublinha.

A informação sobre as emoções dos adeptos não só aparece nos dispositivos móveis de cada um com podem ser transmitidas nos ecrãs dos estádios. Mas, para já, tal não será possível neste recomeço da Primeira Liga, uma vez que a legislação da I Liga não o permite.

"Isto foi pensado para os espetadores que querem ver o jogo em casa ou num restaurante com os amigos mas também para os estádios vazios, para os jogadores. Mas nesta fase ainda não foi possível injetar nos estádios o que vai acontecer hoje, por exemplo, no Famalicão-FC Porto", completa.

César Barbosa explica-nos que a aplicação permite mostrar os participantes remotos, onde estão e as suas emoções, dando aos clubes informações importantes sobre os seus adeptos e a sua localização. E adapta-se perfeitamente a estes tempos de pandemia, onde a distância social é importante para controlar a propagação do novo coronavírus.

"A aplicação responde ao conceito de aplicação remota de uma forma engraçada: responde ao período de pandemia da COVID-19 mas também ao período de pós pandemia. Com o estádio cheio, continuo a interagir em casa. Traz um universo de espetadores anónimos em casa para um espetáculo em tempo real, ela funciona para lá da pandemia e do afastamento social. Vai continuar a aproximar as pessoas dos quatro cantos do mundo", explica.

Para já, apenas os subscritores dos canais Sport TV e que tenham a aplicação do canal poderão ter acesso a esta solução tecnológica. Os prazos apertados levaram a YD Entertainment, empresa da Ydreams Vision que criou esta inovação tecnológica, a integrar a App na aplicação da Sport TV, com quem foi celebrado uma parceria.

"A solução para ser imediata foi integrar a aplicação Global Stadium dentro da aplicação da Sport TV, por causa dos prazos complicados das lojas como iOS e Android. Os canais dos clubes como a BTV, que transmite os jogos do Benfica em casa, não vão usar este sistema. Os subscritores da Sport TV podem interagir através da sua App e usar a 'GlobalStadium'", esclarece o diretor da empresa.

A empresa está a estudar com a Sport TV, a possibilidade de manter esta solução tecnológica na próxima época.

Mais uma vez, os portugueses a inovarem a mostrarem soluções engraçadas e competentes ao Mundo, neste tempo de pandemia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.