Manuel Machado, que abandonou o comando técnico do Vitória de Guimarães depois da derrota por 4-0 na receção ao Atlético de Madrid para a Liga Europa, acusa o emblema minhoto de «falta de lealdade e ética».

«Havia um compromisso assumido entre esta direcção e o atual técnico, com a conivência do anterior clube, no sentido de ele vir a ocupar a minha posição. Ao não desmentirem, até porque tinha conhecimento prévio de alguma coisa nesse sentido, mostra a falta de lealdade e ética», disse em declarações à RTP N.

E as críticas também são dirigidas ao atual técnico, Rui Vitória, que saiu do Paços de Ferreira para os vimaranenses. «Nunca falei com ele e agora não tenho vontade nenhuma de o fazer. Não convivo com pessoas que cozinham estas porcarias.
Manuel Machado está, neste momento, sem clube.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.