O presidente do Sporting reconheceu hoje que a equipa de futebol vive "dias que não são fáceis", numa altura em que está a sete pontos do Benfica, líder da Liga, mas só tem "um plano A", ser campeão nacional.

O líder leonino voltou ainda à questão do número de títulos do clube: "Eu quero o 23.º título de campeão nacional. É por direito próprio, e recorrendo a factos, que a história comprova e documenta que a equipa tem 22 títulos nacionais de futebol conquistados."

"Não nos socorremos de ligas experimentais para preencher as vitrinas do nosso museu. O futebol não começa por decreto numa data escolhida por outros, porque lhes dá jeito ou lhes convém. Nos anos 30 [do século XX] fomos, de facto, quatro vezes campeões e, por isso, não é por milagre que passámos de 18 para 22 títulos, é porque os ganhámos", disse.

Bruno de Carvalho já tinha reivindicado que o clube detinha 22 títulos de campeão nacional, ao invés dos 18 historicamente atribuídos aos 'leões'.

No entanto, o Almanaque do Leão, que foi lançado na passada terça-feira, contabiliza 18 títulos oficiais, em vez dos 22 reclamados por Bruno de Carvalho com a inclusão do Campeonato de Portugal, disputado nas primeiras décadas do século XX.

"Temos de estar muito atentos, porque este ano vai ser muito difícil, não só estes resultados", mas também porque "vamos continuar a sofrer inúmeras tentativas de desestabilização", disse, pedindo aos adeptos para que se unam para "defenderem" a equipa.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.