À margem da conferência de imprensa de antevisão do encontro com o Beira-Mar, em jogo da 25ª jornada da I Liga, Domingos Paciência ainda não levantou o véu quanto ao seu futuro.

«Tudo se vai resolver se deus quiser, de uma forma ou de outra. O presidente deste clube achou por bem começar a preparar a próxima época no Braga e propôs-me um pedido de renovação. Fiquei de lhe dar uma resposta e, consoante o prazo [dia do desafio com o Dínamo de Kiev, em jogo da primeira mão dos quartos-de-final da Liga Europa], comunicar-lhe-ei», disse, esta sexta-feira, no auditório do Estádio Axa, em Braga.

«Quero escolher o melhor para mim e procurarei dar um passo em segurança. Em Junho, vou fazer dois anos que estou sentado nesta cadeira e posso dizer que consegui alcançar sucesso neste clube», acrescentou.

No dia 03 de Fevereiro, o treinador dos minhotos disse que se lhe oferecessem uma proposta de renovação ele aceitaria. Hoje, 01 de Abril, o sentimento é outro.

«No futebol muda muita coisa. Se eu recuar há uns meses, o Braga era uma equipa algo triste e de um momento para o outro tudo mudou. Não há decisão tomada, porque há muita coisa em jogo», afirmou.

Sobre o encontro do próximo sábado, Domingos avisou que não irá fazer «gestão do plantel» e que se prepara para «gastar todos os cartuchos nesta recta final».

«Os jogadores têm consciência que é um jogo difícil contra uma equipa que atravessa um bom momento. Com Rui Bento a equipa tem melhor rendimento, é sinal que o Beira-Mar está confiante e com mais consistência. As dificuldades são maiores para nós nesta altura mas deste lado está um Braga forte que luta pelo terceiro lugar», analisou.

Sporting de Braga visita Aveiro este sábado, às 20h15, para defrontar o Beira-Mar, em jogo da 25ª jornada da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.