"Ontem [segunda-feira], li num jornal uma crónica que terminava a dizer que se calhar havia petróleo em Lisboa. No Porto não há e portanto temos de ser realistas e ter aquilo que podemos ter. Posso garantir que o treinador não me pediu nenhum jogador a mais daqueles que tem e eu considero que ele está correcto porque temos um excelente plantel", disse Pinto da Costa, à margem do almoço com as equipas seniores de natação do FC Porto.

O presidente portista reforçou a ideia de que os 'dragões' não necessitam de ir ao mercado de Inverno, considerando que o plantel dá garantias para os objectivos traçados.

"Se o treinador entende que não necessita de jogadores, vou contratar jogadores para quem, para mim?", questionou. "Ele está contente com o plantel e eu também, para quê contratar jogadores? Aqui não há petróleo", vincou, para depois revelar que "ao FC Porto não chegou absolutamente nenhuma proposta" para a saída de qualquer atleta da equipa principal.

Pinto da Costa prefere destacar o regresso à competição de Orlando Sá - lesionado desde a época passada - e de outros jogadores que não estiveram no máximo das suas potencialidades e que podem vir a ser mais valias para a equipa.

"Espero que o Orlando Sá seja um bom reforço de Inverno, como outros jogadores com muito potencial que ainda não apareceram este ano e que podem ser uma mais-valia na equipa", declarou.

Quanto ao castigo que Hulk e Sapunaru podem sofrer depois das agressões no túnel do Estádio da Luz, após o embate com o Benfica, Pinto da Costa escusou-se a fazer qualquer comentário. "Não me quero pronunciar sobre essa justiça", finalizou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.