"Não tenho intenção de voltar para a Europa, a não ser que seja uma proposta muito boa", afirmou o brasileiro, adiantando que aos 34 anos será difícil competir com tamanho grau de exigência.

Quanto à situação do futebol português, considerou que o principal candidato à conquista do título «continua a ser o FC Porto».

«É o clube que continua a manter a hegemonia nesses últimos anos e é um desafio para Benfica e Sporting, assim como para outros clubes, quebrarem essa hegemonia», conclui o avançado que foi campeão europeu pelos dragões.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.