Nélson Veríssimo, treinador do Estoril, analisou a vitória frente ao Gil Vicente por 1-0.

"Foi um jogo dividido, sabemos que temos capacidade para fazer mais. Foi muito equilibrado, mas conseguimos ser mais eficazes que o Gil Vicente. São mais três pontos difíceis. Sentimos que a equipa na primeira parte estava a ter pouca dinâmica e pouco ataque à profundidade. O Chico [Francisco Geraldes] esteve bem, mas sentimos que tínhamos de mudar. Estava a jogar muito no apoio, futebol muito apoiado, e queríamos um médio que desse outra dinâmica. Foi importante refrescar o corredor esquerdo com o Ndiaye e atacar a profundidade porque sabíamos que a linha defensiva do Gil estava muito subida", disse.

"Quero dar os parabéns aos jogadores, são mais três pontos para a nossa caminhada e a mensagem que passamos é que não podemos facilitar porque se baixarmos a guarda sabemos que vamos ter dificuldade. Temos de pensar já no próximo jogo", acrescentou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.