"Agradeço a Deus pela força que nos deu para dar a volta ao resultado. Quero dar os parabéns aos jogadores pelo que suportámos na primeira parte: fora-de-jogo no primeiro golo... a bola não entra no segundo golo do Sporting... Não é fácil animicamente voltar para o balneário e remar contra um vento tão forte que soprou contra nós." Foi desta forma que Nilson vincou a insatisfação do V. Guimarães para com a arbitragem de André Gralha.

Apesar dos erros apontados ao juiz que substituiu o colega Elmano Santos, o experiente guardião minhoto mostrou-se compreensivo relativamente ao árbitro. "Não vou apontar o dedo porque todos somos seres humanos. Podemos errar, não acredito em maldade, mas não podemos deixar passar em branco. Podia ter-nos afastado para o sexto lugar", afirmou Nilson após a vitória dos minhotos em Alvalade, por 2-3, num jogo em que estiveram a perder por 2-0. 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.