O treinador do União da Madeira, Luís Norton de Matos, considerou hoje que o jogo de quarta-feira com o Boavista, da 16.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol, é de "capital importância" para a sua equipa.

Na antevisão da partida, Luís Norton de Matos disse que "esperava ter um começo de ano diferente", aludindo à derrota na jornada anterior, frente à Académica, e reconheceu não ter sido um jogo bem conseguido, o que coloca neste confronto com o Boavista "uma responsabilidade acrescida". “Todos os jogos são importantes, mas os jogos com Académica e Boavista tinham um significado especial, pelo facto de estarmos a jogar com adversários, que ganhando poderíamos cavar uma diferença pontual que nos daria uma outra tranquilidade”, sublinhou o técnico, considerando que “a motivação e o aspeto mental é um complemento muito importante daquilo que é preparação de uma equipa".

O União da Madeira regressa ao estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, onde ainda não conheceu o sabor da derrota para o campeonato. Vitórias com Marítimo (2-1) e Tondela (2-0) e empate com Arouca (0-0). "Em casa temos conseguido manter um padrão de jogo satisfatório", diz, realçando que "é isso que se espera da equipa no jogo de amanhã".

Este jogo, por estar a ser disputado com um adversário direto, assume maior relevância. "É importante marcar uma diferença pontual, pois dentro do objetivo principal, que é a manutenção, temos também o objetivo de na primeira volta ter uma média de um ponto por jogo", disse Luís Norton de Matos, frisando que "é um jogo de capital importância" para o União.

Contudo, está ciente que "não será um jogo fácil", pois o Boavista é uma equipa que está "ferida no orgulho e que irá querer dar uma resposta imediata" depois de ter caído para a zona de despromoção, ao perder em casa com o Moreirense (3-0).

"O União quer ganhar este jogo, pois não queremos desperdiçar a oportunidade de em casa podermos alcançar os três pontos, que darão uma expressão de tranquilidade maior, para as batalhas que se irão seguir", insistiu.

O União da Madeira, 15.º classificado com 14 pontos, e o Boavista, 17.º, com 10, defrontam-se na quarta-feira, no estádio do Centro Desportivo da Madeira, na Ribeira Brava, a partir das 15:00 com arbitragem de Luís Ferreira, da associação de Braga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.