Declarações de Nuno Manta Santos, treinador do Feirense, aos jornalistas, após a derrota por 2-1 diante do Vitória de Setúbal, no Bonfim, a contar para a 10.ª jornada da Primeira Liga:

"Foi um jogo em que as duas equipas se respeitaram mutuamente. Podemos falar de um ascendente do Vitória numa fase inicial. Chegou ao golo da vantagem e depois equilibrámos e fizemos o 1-1. Penso que a primeira parte foi equilibrada, com situações para um lado e para outro. Sabíamos que o V. Setúbal ia ser perigoso devido à qualidade dos executantes na bola parada e à dimensão física no jogo aéreo. Foi assim que acabou por fazer o golo na segunda parte."

"Não é para arranjar desculpas, até porque devíamos ter-nos adaptado à adversidade do terreno, mas o terreno dificultou-nos na circulação de bola e nas receções."

"Tentámos reagir, não conseguimos, três pontos para o Vitória. Estamos a atravessar um mau momento, não ganhamos desde a segunda jornada do campeonato. Temos de reagir e aproveitar esta semana de pausa para refletir e trabalhar, acima de tudo. Com trabalho e dedicação, as coisas vão mudar, certamente."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.