Com a tomada de posse do novo presidente do Sporting, Frederico Varandas, o departamento de comunicação so clube vai sofrer uma remodelação. Nuno Saraiva, o diretor de comunicação do Sporting, não entra nas contas do antigo diretor clínico dos 'leões'.

O novo presidente do Sporting extinguiu o cargo do ex-jornalista, o que apela à justa causa do despedimento de Nuno Saraiva. O então diretor de comunicação dos 'leões' já foi informado da situação e a nova presidência tentou mesmo chegar a um acordo para a saída de Saraiva.

O antigo jornalista não aceitou a extinção do cargo de diretor de comunicação do clube e o caso está neste momento entregue aos serviços jurídicos do Sporting, segundo notícia o jornal desportivo 'Record', esta sexta-feira. Nuno Saraiva tem contrato com o clube até 2021 e iria receber 400 mil euros até essa altura, com a extinção do cargo, a indemnização será inferior a esse valor, o que não agradou ao mesmo.

O objetivo de Frederico Varandas é implementar o modelo usado pela Federação Portugesa de Futebol e contratar os serviços de uma empresa de outsourcing para gerir a comunicação do clube e ficar responsável pelas contratações dos assessores.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.