Ao lado de José Eduardo Bettencourt na explicação da transferência de João Moutinho para o FC Porto, Costinha disse que, perante a vontade do atleta, a sua saída era a única solução possível.

“Já quando cheguei o João mostrou vontade de sair. E logo nessa altura questionei se era bom ter um jogador que não queria cá estar e deve tudo o que tem ao Sporting”, começou por referir Costinha, que fez questão de frisar que “o comportamento do atleta não correspondia” àquilo que o Sporting procura, uma vez que “o clube não forma só jogadores mas também homens”.

Em suma, assumiu, “decidimos que o melhor era não contar com o atleta”, adiantando que o valor de 11 milhões é um bom negócio para os lados de Alvalade.

“Tomámos esta decisão para fortalecer o grupo e seremos uma equipa séria e que não quer jogadores como o João Moutinho. Queremos fazer do Sporting uma equipa vencedora”, concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.