João Vieira Pinto comentou esta terça-feira a ida de André Villas-Boas para os ingleses do Chelsea e atribui total mérito ao treinador pelo interesse dos londrinos.

«O mérito dele [André Villas-Boas] é indiscutível. Não é qualquer treinador que consegue as conquistas que ele conseguiu em apenas um ano e no seu primeiro ano. Pertencer a um clube forte e bem organizado também o ajudou, mas a verdade é que o trabalho dele sobressaiu no meio de toda a temporada.

Por isso, encaro com naturalidade o facto de ele querer mais», disse o actual vice-presidente do Sindicato Profissional de Jogadores de Futebol, que disse ainda que a possibilidade de Falcao estar também nos planos de Abramovich é «natural»:

«Se fosse presidente do Chelsea ou treinador do Chelsea, naturalmente que gostava de ter o Falcao. E se o dinheiro não for probema, apenas tem de fazer como o André Villas-Boas: é bater a clausula e levá-lo.»

Quanto ao futuro dos campeões nacionais, João Vieira Pinto não prevê que os dragões fiquem fragilizados com esta saída surpresa do técnico:

«Isto não é inédito no FC Porto. Já aconteceu quando foram campeões europeus, a equipa desfez-se completamente e a verdade é que o FC Porto está aí novamente. Todos os anos são diferentes e a ver vamos se vão dar a volta mais uma vez a toda esta situação», terminou.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.