Ao contrário de outras ligas europeias mais poderosas, como são o caso de Espanha, Inglaterra, Itália ou Alemanha, Portugal assume-se claramente como país importador, embora, esta temporada, tenha sido o FC Porto o grande vendedor e o contribuinte maior para o saldo positivo.

O tetracampeão português garantiu um encaixe financeiro de 66 milhões, graças às saídas dos argentinos Lisandro Lopez e Lucho Gonzalez e ainda do francês Aly Cissokho.

Por Lisandro e Cissokho, o Lyon foi obrigado a desembolsar 39 milhões de euros, enquanto o Marselha pagou 18, por Lucho. Além deste trio milionário, o FC Porto conseguiu ainda verbas aceitáveis com as vendas de Paulo Machado (3,5 milhões para o Toulouse) ou ainda Ibson (4,5 Spartak Moscovo).

Os "azuis-e-brancos" registaram assim um volume de vendas de 66 milhões, contra um investimento de 20,53: o FC Porto adquiriu Belluschi, Álvaro Pereira e Falcao, entre outros, fechando o mercado com um "lucro" directo de 44 milhões.

A balança comercial é, desta forma, claramente favorável ao campeão português, ao contrário do que acontece com os principais rivais.

O Benfica voltou de novo a ser o mais gastador, com o investimento feito em Ramires (7,5 milhões), Javi Garcia (7) ou Saviola (5), num total de 25,4 em compras.

Em vendas, o emblema da Luz pouco fez, destacando-se apenas a saída de Katsouranis, para o Panathinaikos (2,5 milhões).

Já o Sporting enfrenta um cenário diferente: o clube de Alvalade adquiriu apenas um jogador envolvendo dinheiro (Matias Fernandez, por 3,6 milhões) e recebeu, somente, 2,5 na venda de Cristiano Ronaldo do Manchester United para o Real Madrid, pelos direitos de formação.

Leixões, Braga e Nacional foram os restantes clubes com bons encaixes e que contribuíram para o saldo positivo das transferências em Portugal.

A equipa de Matosinhos recebeu 400 mil euros com a saída de Bruno China para o Maiorca, o Nacional conseguiu quatro milhões de euros por Nené e o Braga fez três milhões com Luis Aguiar, registando também as saídas de Frechaut, Jorginho e Linz, por valores não revelados.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.