João Henriques, treinador do Santa Clara, assume a ambição de voar mais alto na carreira e revela que treinar uma equipa que dispute a Liga dos Campeões é um sonho que acredita estar cada vez mais próximo.

"Sou um treinador ambicioso. Sempre disse que me vejo a ouvir o hino da ‘Champions’ e continuo a acreditar que cada vez estou mais perto. Essa é a ambição e o meu foco para continuar a crescer, seja no Santa Clara, seja noutro local", disse o treinador em entrevista à agência Lusa.

A cumprir a segunda época no Santa Clara, e com um contrato que termina no final da presente temporada, João Henriques revela que "é o final de um ciclo" e há o compromisso de se sentar à mesa com a direção do clube para discutir o futuro.

"Vamos conversar no final da época e ver o que é melhor para ambas as partes: optar pela continuidade ou cada um seguir a sua vida para outros patamares", afirma o treinador.

Aos 47 anos, o treinador não enjeita a possibilidade de assumir objetivos mais ambiciosos, mas sabe que em Portugal há dificuldades acrescidas para implementar projetos duradouros, como os que defende.

"É muito difícil porque não há paciência das próprias estruturas para que os resultados apareçam. Há a primazia dos resultados imediatos", lamenta o técnico.

Na I Liga, atualmente, só João Henriques e Sérgio Conceição, treinador do FC Porto, se mantêm como treinadores das formações onde estavam na época passada. O líder dos açorianos diz que isso é revelador da mentalidade vigente em Portugal, mas sublinha que são dois bons exemplos de que esperar pode trazer sucesso.

"O Sérgio está há três anos no Porto e está à beira de ser campeão duas vezes, e o Santa Clara não mudou de treinador e faz duas épocas com 40 pontos. Acho que é um bom indicador para fazer as pessoas pensar o que é melhor para o futebol português", aponta o técnico.

Sobre o trabalho na equipa de Ponta Delgada, João Henriques elege a confiança como o "segredo" para dois anos sem sobressaltos e objetivos cumpridos.

"Construímos aqui uma família desde que o Santa Clara subiu de divisão e escolheu esta equipa técnica. Confiamos muito uns nos outros, quer nos bons, quer nos momentos menos bons, que também passamos. O Santa Clara está no bom caminho, acredito que está no início de um longo período de I Liga, e tem potencial e ambição para crescer graças aos passos bem sustentados que tem dado", termina.

O Santa Clara, com 38 pontos, é atualmente o décimo classificado da I Liga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.