Está, assim, concluído o processo da venda de Eduardo que chegou a parecer “emperrado”. Tudo ficou ultrapassado com os responsáveis italianos a deslocarem-se a Braga na tarde de quarta-feira e a acabarem por oferecer 4,5 ME, ficando o clube minhoto ainda com 25 por cento do passe do guarda-redes internacional português.

As negociações duraram cerca de 10 horas, tendo terminado por volta das 03:00 de hoje. “Foram um bocado complicadas devido a pequenas coisas, detalhes”, reconheceu no final o “manager” bracarense Fernando Couto.

“Mas correu bem, defenderam-se todas as partes, enalteceu-se o Eduardo, que foi sempre um grande profissional e conseguiu-se um bom negócio para todos. O Génova está contente, o Braga também e o Eduardo vai ter uma nova etapa na carreira, é o nosso herói, fez um excelente campeonato do mundo”, notou.

Eduardo, que em Setembro completa 28 anos, nasceu em Mirandela e depois de várias temporadas na equipa B do Sporting de Braga, foi emprestado ao Beira-Mar, em 2006/07, e ao Vitória de Setúbal, na temporada seguinte.

No clube sadino, contribuiu decisivamente para a conquista da Taça da Liga frente ao Sporting ao defender três remates dos “leões” no desempate por grandes penalidades.

Regressado a “casa” em 2008/09, o então treinador “arsenalista” e actual do Benfica, Jorge Jesus, conferiu-lhe a titularidade e Eduardo tornou-se um dos esteios da equipa, performance que repetiu na última época, já com Domingos Paciência no leme, e em que o Sporting de Braga alcançou um inédito segundo lugar.

As exibições chamaram a atenção do seleccionador nacional, Carlos Queiroz, e a estreia na baliza da selecção A aconteceu num particular com a Finlândia, em Fevereiro de 2009. Desde aí nunca mais a largou.

Eduardo esteve em destaque no Mundial2010, na África do Sul, com apenas um golo sofrido em quatro jogos.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.