O presidente do Marítimo, José Carlos Pereira, confirmou esta quarta-feira aos jornalistas que o clube foi alvo de uma ação de fiscalização tributária durante o dia, mas assegurou que a formação madeirense não tem receio desta investigação, mostrando-se disponível para "contribuir para uma maior verdade desportiva e financeira".

Segundo o líder maritimista, a situação não provocou quaisquer constrangimentos. "É um dia diferente, é uma obrigação da administração tributária e a nós não nos provoca qualquer constrangimento. Eles viram o que tinham de ver e, com a nossa colaboração, tudo foi mais fácil. Não temos qualquer receio desta investigação, queremos contribuir para uma maior verdade desportiva e financeira e queremos que isso seja cada vez mais transparente", destacou José Carlos Pereira.

A fechar, o presidente do clube madeirense confirmou ainda que também a sua casa foi alvo de buscas. "O Tribunal vai, certamente, tirar as conclusões necessárias desta operação. Confirmo que passaram pela minha casa, mas não tenho nada a esconder. Somos um clube transparente", frisou.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.