A SAD do Sporting está a planear manter, para a temporada 2020/21, o orçamento que delineou na época transata para o futebol profissional: cerca de 70 milhões de euros.

De acordo com o jornal Record, o objetivo de Frederico Varandas passa por contratar menos reforços, mas mais caros, dotando o plantel de maior qualidade. Por outro lado, indica a mesma publicação, o próximo treinador terá de apostar na 'prata da casa'.

O presidente 'leonino' também não excluiu prescindir de dois 'encargos' considerados bastante avultados para o clube e, que no decorrer desta época, têm tido um fraco retorno desportivo: Jesé e Bolasie, que chegaram a Alvalade emprestados pelo PSG e pelo Evertonrespetivamente.

Recorde-se que Frederico Varandas reduziu em 20% o valor do orçamento para o futebol no ano da sua chegada, o que significou uma diminuição de 20 milhões de euros relativamente à administração anterior, liderada por Bruno de Carvalho.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.