Muitas têm sido as críticas ao Cartão do adepto desde que a temporada arrancou e os espectadores puderam voltar a ir aos estádios, depois da interdição ditada pela COVID-19.

Com os espaços reservados aos detentores do referido cartão a apresentarem-se praticamente vazios em todos os recintos, os clubes não se têm coibido de apontar o dedo à medida imposta pela Instituto Português do Desporto e da Juventude (IPDJ).

Cartão do adepto: ninguém o quer, mas vai precisar dele para ir à bola. Dúvidas e críticas ao documento que vai dividir famílias nos estádios
Cartão do adepto: ninguém o quer, mas vai precisar dele para ir à bola. Dúvidas e críticas ao documento que vai dividir famílias nos estádios
Ver artigo

A mais recente crítica, em forma de (mais uma) bem disposta publicação nas redes sociais, veio por parte do Paços de Ferreira. Numa publicação na sua conta oficial no Twitter, os paceces anunciam que se aluga "por falta de uso" o setor das bancadas do seu estádio destinado aos portadores do Cartão do Adepto, juntando à publicação uma série de bandeiras vermelhas que têm sido usadas pelos clubes para criticar a medida.

Já quarta-feira o V.Guimarães tinha efetuado nas suas redes sociais uma publicação de teor semelhante. "O Cartão do Adepto foi uma óptima ideia e está a correr lindamente", escreveu o clube vimaranense, em tom de ironia, juntando a esta frase as tais bandeiras vermelhas.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.