O Paços de Ferreira oficializou hoje a rescisão amigável do contrato que ligava o médio André Leal ao clube, que, atualmente, lidera a II Liga portuguesa de futebol.

Numa breve nota publicada na sua página oficial do Facebook, é referido apenas que "o FC Paços de Ferreira chegou a acordo com o atleta André Leal para a rescisão do contrato amigável que o ligava ao clube", agradecendo, depois, "o profissionalismo e postura" do jogador ao longo dos sete anos.

André Leal, de 23 anos, iniciou a sua carreira no União de Paredes, clube da cidade de onde é natural, e terminou a sua formação no Paços de Ferreira, ascendendo no emblema pacense ao futebol sénior e à equipa principal.

No Paços de Ferreira, o médio ofensivo estreou-se pela mão de Paulo Fonseca, atual técnico dos ucranianos do Shakhtar Donetsk, em 2014/15, mantendo a titularidade nas temporadas seguintes, sempre na I Liga, com Jorge Simão e Carlos Pinto, nomeadamente.

Na atual temporada, André Leal somou somente quatro presenças na equipa inicial do Paços, mas em jogos das Taças da Liga e de Portugal, deixando a equipa pacense sem ter realizado um único minuto na II Liga.

André Leal deverá ser confirmado em breve por outro dos concorrentes na luta pelo regresso à I Liga, no caso o Estoril Praia.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.