Um grande golo de Leonel Olímpio, aos 56 minutos, garantiu hoje ao Paços de Ferreira o triunfo por 1-0 sobre o Vitória de Guimarães, no jogo de apresentação da formação pacense de futebol.

O único golo do encontro foi apontado por Leonel Olímpio, um dos jogadores em destaque no particular, a par do reforço Caetano, que já conquistou os adeptos, após um forte remate de fora da área, indefensável para Nilson.

Os defesas Samuel e Bura, o médio David Simão e os avançados Caetano e Lucas foram as “caras novas” que jogaram de início pelo Paços de Ferreira, cujo técnico, Rui Vitória, voltou a apostar num 4-3-3.

O Vitória de Guimarães, num sistema idêntico, mas mais elástico, e igualmente com cinco reforços no “onze” (Freire, Bébé, Edson, João Ribeiro e Edgar), foi melhor nos primeiros 30 minutos, criando alguns desequilíbrios com as subidas dos laterais Alex e Bruno Teles, ou com as trocas posicionais dos avançados.

Bébé, uma das figuras dos minhotos na pré-temporada e o mais activo no primeiro período, criou a primeira jogada perigosa, aos 18 minutos, num lance individual concluído com um centro-remate que passou muito próximo da baliza.

A formação pacense equilibrou o jogo a partir da meia hora e Baiano, aos 32 minutos, teve nos pés a melhor oportunidade de golo, mas atirou por cima, só com Nilson pela frente, após centro da esquerda de Jorginho.

O Paços de Ferreira, que acabou melhor o primeiro tempo, regressou do intervalo com o equipamento alternativo, pela primeira vez cor de laranja, e acentuou o seu domínio, justificando a vantagem e os aplausos dos adeptos.

Estiveram na Mata Real cerca de 800 espectadores, num jogo interessante de seguir e que serviu ainda para os pacenses apresentarem o mais recente reforço, o defesa brasileiro Carlos Renan.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.