O Paços de Ferreira venceu este sábado o Sporting da Covilhã por 2-0, com golos no primeiro tempo, em jogo particular inserido no estágio da formação da I Liga de futebol, em Seia.

Diogo Jota inaugurou o marcador aos 23 minutos, após jogada individual, e Christian, aos 35, de livre direto, anotou o segundo, ambos de grande qualidade técnica, fixando o resultado final.

A vitória pacense coroou a melhor primeira parte da equipa, face a um adversário que só conseguiu equilibrar no segundo tempo, beneficiando mesmo de algumas oportunidades para marcar, embora tenha sido o pacense Manuel José a ficar mais perto do golo, ao acertar na trave, aos 62 minutos, o pontapé da marca de grande penalidade.

O técnico Jorge Simão aproveitou o segundo particular da pré-época (o primeiro valeu uma goleada por 5-0 diante de uma seleção concelhia de Paços de Ferreira) para fazer novas experiências no 'onze', insistindo no 4-3-3.

Marco foi o guarda-redes, numa defesa composta por João Góis, Fábio Cardoso, Marco Baixinho e Hélder Lopes, com o costa-marfinense Evrad, à experiência, a ser o elemento mais defensivo de um meio campo formado ainda por Christian e Andrezinho, enquanto Diogo Jota e Roniel, nas faixas laterais, apoiaram Cícero no ataque.

O técnico pacense utilizou ainda os guarda-redes Marafona e Rafael Defendi, os defesas Calvin (júnior) e Miguel Vieira, os médios Manuel José, Romeu, Vasco Rocha, Rodrigo António e os avançados Edson Farias e Tiago (júnior).

Ricardo, Bruno Santos, Paulo Henrique, Minhoca e Bruno Moreira, lesionados, ficaram de fora deste particular, numa lista de ausentes extensiva a Hurtado e Barnes, autorizados a apresentarem-se mais tarde.

O Paços de Ferreira termina o estágio em Seia no dia 22, disputando nesse dia o terceiro particular em Viseu, diante do Académico local.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.