Declarações de Vitor Campelos, treinador do Gil Vicente, e de Rúben Fernandes, capitão dos gilistas, após a derrota com o Sporting em Alvalade

Análise ao jogo: "Entrámos relativamente bem no jogo, organizados, preparámos bem o jogo. Bem organizados em termos defensivos e com bola saímos com critério. Tivemos a situação do Miguel, podíamos ter aproveitado melhor. Sabíamos que estávamos a defrontar um adversário fortíssimo, tínhamos de ser agressivos nos confrontos e duelos. Chegámos à vantagem, estávamos a controlar e sofremos golo num lance em que deveríamos ter sido mais fortes nesses duelos. Foi fortuito, bateu num jogador nosso e entrou. Ao intervalo falámos o que teríamos de melhorar, os primeiros minutos seriam importantes para o decorrer do jogo e o Sporting fazo 2-1.

Veja as melhores imagens da partida

Segundo golo do Sporting: "Às vezes questiono-me porque existe ou não o VAR. O árbitro entendeu que devia marcar golo. Desestabilizou-nos um pouco. O Sporting venceu, é um justo vencedor. Mas estes detalhes... O VAR viu alguma coisa, o Cláudio decidiu que manteria a decisão dele. Para que existe o VAR? Parabéns ao Sporting pela vitória. Fomos uma equipa organizada, na segunda parte a entrada do Sporting foi forte, se tivéssemos conseguido aguentar o resultado podia ter sido outro."

Rúben Fernandes

Análise ao jogo: "Fizemos uma boa primeira parte, conseguimos fazer o que mister nos disse para fazermos. Na segunda parte, no golo [do Gyokeres], acho que se o VAR chama é por alguma coisa. Já é a segunda vez que somos prejudicados nestas situações esta época. Acho que o VAR é uma coisa boa para utilizar, mas se for de forma correta. Se o VAR chama, tem que ser marcada falta."

Momento difícil do Gil Vicente: "Há momentos assim na época. Vamos continuar a trabalhar e dar a volta. Não é por este jogo. Fizemos um grande jogo. Acontece. Vamos fazer melhor."

O Sporting isolou-se hoje no comando da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer, com virada, o Gil Vicente por 3-1, no jogo que encerrou a 12.ª jornada e no qual o sueco Viktor Gyökeres 'bisou'.

Rúben Fernandes, aos 34 minutos, ainda colocou na frente os gilistas, que somaram o quarto encontro consecutivo para a Liga sem vencer, mas os 'leões' igualaram ainda na primeira metade, através de um autogolo de Pedro Tiba, aos 43. O avançado sueco Viktor Gyökeres marcou os dois golos 'leoninos' na segunda metade e isolou-se no segundo lugar dos melhores marcadores da prova, com nove tentos, menos dois do que o bracarense Simon Banza.

Com esta vitória, o Sporting, que voltou aos triunfos depois da derrota na última ronda na Luz, reassumiu isolado o comando do campeonato, com 31 pontos, mais dois do que o Benfica, agora segundo, e três do que o FC Porto, terceiro, enquanto o Gil vicente ocupa o 13.º lugar, com 11.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.