Declarações de Rúben Amorim, treinador do Sporting, à Sport TV, após o triunfo frente ao Gil Vicente (3-1), no Estádio José Alvalade, da 8.ª jornada da I Liga.

Análise ao jogo: "Jogo bastante competente, que podia ter sido mais complicado não tivéssemos marcado os golos na primeira parte. Sente-se no ambiente do estádio. É normal, temos de ser nós a empolgar os adeptos. Criámos várias oportunidades, não deixámos o Gil Vicente criar, talvez só na fase final da 1.ª parte com o Navarro. Na segunda parte voltámos a ser competentes, com várias oportunidades. Devíamos ter feito mais golos e não podíamos ter sofrido. Um golo complicado, com um ressalto no avançado, que sobra para o Navarro finalizar. Mas foi uma vitória justíssima, podia ter sido mais dilatada."

Mais nervoso na segunda parte?: "Era para transmitir à equipa que nada estava controlado, que um golo pode mudar o jogo. Para não deixar os jogadores relaxar."

Exibições de Marsà e Morita: "O Marsà já tinha jogado na pré-época, é da escola do Barcelona, é muito forte com bola. Tem alguns defeitos porque não tem tanto jogo na parte defensiva, mas é um jogador inteligente. O Morita é humilde, fez grande jogo, é jogador de seleção e vai continuar a crescer."

Regresso às vitórias: "Importante é saber que numa equipa grande basta um jogo para mudar tudo. Perdemos um nos últimos jogos, se os golos fossem repartidos teríamos mais uma vitória e estaríamos numa sequência de seis vitórias. Não vale a pena entrar na mesma conversa de entrar numa série de vitórias, temos é de pensar no próximo jogo."

Declarações de José Marsà, central do Sporting, à Sport TV, após o triunfo frente ao Gil Vicente (3-1), no Estádio José Alvalade, da 8.ª jornada da I Liga.

Estreia a titular: "Estou muito contente pela oportunidade que o mister e a equipa técnica me deram. Obrigada à equipa B. Pelo trabalho que fizemos também lhes agradeço a eles esta oportunidade."

Triunfo: "Sabemos que precisamos de ganhar, estamos com uma boa dinâmica, a jogar bem, faltavam algumas vitórias, mas se continuarmos assim, vamos ganhar mais."

Estava nervoso pela estreia a titular? "Não, eu não fico nervoso."

O que lhe disse Rúben Amorim antes do jogo? "Disse para estar tranquilo, que fosse eu mesmo e que tudo ia correr bem."

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.