O treinador do Gil Vicente afirmou hoje que «jogar no Estádio da Mata Real não é fácil para ninguém», antevendo o encontro com o Paços de Ferreira, da sexta jornada da Liga portuguesa de futebol.

Paulo Alves considera que a formação pacense é um adversário que, em casa, «trabalha muito e é sempre agressivo».

Após duas derrotas consecutivas, o Paços de Ferreira, que ainda não venceu com Luís Miguel ao comando, «vai querer dar a volta a esta situação», advertiu o treinador dos “galos”, destacando nos pacenses «algumas individualidades importantes».

Por isso, Paulo Alves elogiou a «qualidade» da sua equipa, que tem de ser consistente e trabalhar bem.

«É verdade que no passado domingo não conseguimos materializar as oportunidades que criámos, mas se continuarmos com o rumo que temos tido e mantivermos forma de estar estou convicto que vamos conseguir um bom resultado», rematou.

Para a deslocação a Paços de Ferreira, o Gil Vicente não vai poder contar com os lesionados Paulo Arantes e João Vilela, mas é possível que Leandro Costa e Yero possam fazer parte da convocatória, que será divulgada no sábado, após o treino matutino.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.