“O Paulo tem feito milagres. Infelizmente o Sporting, segundo as declarações dos dirigentes, não dispõe de frescura financeira e tem de recorrer a jogadores jovens, principalmente, formados na Academia, que têm muita qualidade, mas têm de assumir responsabilidades muito cedo, o que em momentos destes torna mais difícil”, frisou o jogador.

O jogador ressalva, também, que apesar das dificuldades, a mudança a acontecer não seria positiva.
“Não traria benefício nenhum. Se fosse no início ou no fim da época, em que se pode montar uma equipa. Mas agora não. Além disso, o Paulo Bento tem esse plantel montado há algum tempo e tem qualidade. Só há que confiar um pouco mais”, frisou.

Derlei saiu do Sporting no final da época passada e trabalhou praticamente com todos os jogadores que constituem o plantel leonino e, garante, a qualidade é inegável: “O grupo provou que tem qualidade para ganhar a qualquer equipa”, sublinhou.

Nesta fase mais conturbada vivida em Alvalade, Derlei apela à ajuda dos jogadores mais experientes e que podem ser moderadores entre adeptos e dirigentes.

“É uma situação difícil e tem que ser jogadores como Tiago ou o Polga, com mais responsabilidades, tem que ser líderes. Bem como o Moutinho, que tem o respeito plantel e da massa associativa. São eles que têm que dar força aos outros jogadores para sair dessa sitiarão”, apelou.

Sobre o baixo rendimento de Liedson e alguma contestação, Derlei desvaloriza: “É o jogador mais cobrado por tudo o que já fez”.

Sem jogar há dois meses, devido a lesão, o ex-avançado de Sporting, Benfica e FC Porto desvinculou-se recentemente do Vitória da Bahia, da Série B do campeonato brasileiro.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.