Paulo Fonseca disse hoje aceitar, mas desvalorizar, o favoritismo atribuído pelo técnico do Boavista, Erwin Sanchez, ao Sporting de Braga para o jogo de domingo, da 20.ª jornada da I Liga de futebol.

Na antevisão da partida, Eriwn Sanchez frisou que os minhotos são uma equipa mais forte, coesa e com mais soluções, atribuindo o favoritismo ao Braga. Paulo Fonseca aceita o argumento do técnico ‘axadrezado’, mas nota que "isso vale zero neste momento, o que interessa é o que acontece amanhã [domingo]".

"Queremos decididamente conquistar mais três pontos e, se por estarmos melhor classificados e num bom momento, quiserem dizer que somos favoritos, não vejo problema nenhum em aceitar esse facto, embora a mim isso não me diga rigorosamente nada", disse.

O técnico dos bracarenses disse esperar um Boavista "no seu melhor momento da época", com duas vitórias consecutivas no campeonato, "a acreditar que é possível" garantir a manutenção.

"Joga no seu estádio, que é tradicionalmente difícil, com um público que os apoia muito, mas nós também estamos num bom momento e, objetivamente, o que queremos é conquistar mais três pontos, percebendo que vamos ter um adversário com características específicas que nos podem dificultar", como por exemplo, as bolas paradas dos boavisteiros, facto que "foi tido em conta" durante a semana de preparação, revelou o técnico.

O nome de Rafa tem surgido nos jornais como sendo alvo de várias equipas, entre elas os três ‘grandes’ nacionais, notícias que não surpreendem Paulo Fonseca.

"Não me surpreende nada face à época que ele está a fazer, mas o Rafa está num grande clube também. Não acredito que, num futuro próximo, o possamos ver senão com duas camisolas: a do Braga e, provavelmente, a da seleção. É um jogador equilibrado do ponto de vista emocional e não acredito que [estas notícias] possam influenciar o seu rendimento", disse.

Paulo Fonseca disse ainda estar "tranquilo e sereno" em relação à aproximação do fecho do mercado, tendo revelado que as conversas com o presidente, António Salvador, lhe permitem confiar que não sai mais nenhum jogador.

"Neste momento temos o nosso plantel fechado, não está previsto a chegada de mais nenhum reforço e não precisamos. Acreditamos que este plantel vai fazer face às competições que vamos disputar", disse.

Sporting de Braga, quarto classificado, com 35 pontos, e Boavista, 17º, com 16, defrontam-se às 18h15 de domingo, no Estádio do Bessa, no Porto, jogo que será arbitrado por Manuel Mota, da Associação de Futebol de Braga.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.