“Fizemos muito mais do que o suficiente para vencer, mas só no final conseguimos o golo”, afirmou o técnico do Sporting, que regressou às vitórias na Liga, após três empates e uma derrota.

Frente ao último classificado da Liga, o Sporting apenas chegou ao golo aos 89 minutos, através do defesa Abel.

"Estou satisfeito com a exibição, é uma vitória justa e merecíamos ter ganho com outra vantagem", acrescentou.

Paulo Sérgio afirmou que “hoje a história não se repetiu”, referindo-se ao facto de o Sporting conseguir vitórias na Liga Europa e não ter tão bons resultados no campeonato.

“Os jogadores quiseram muito ganhar, como das outras vezes, mas foram ainda mais fortes”, disse o técnico, lembrando que nos últimos 25 minutos, o Sporting “jogou com 10”, devido à lesão de Matias Fernandez, que entrou aos 66 minutos para substituir Liedson.

O treinador dos “leões” elogiou a consistência e concentração do Rio Ave, referindo que a actual posição da equipa de Vila do Conde – “lanterna vermelha”, não espelha a sua qualidade.

Do lado dos vila-condenses, Carlos Brito referiu que o golo, apontado por Abel aos 89 minutos, surgiu num momento de distracção “que deitou tudo a perder”.

“Numa distracção, em que demoramos a colocar-nos, um remate que parecia que não ia dar nada, acabou em golo”, afirmou o técnico, admitindo que na parte final o Sporting “teve algumas oportunidades”.

Carlos Brito considerou que a sua equipa “teve muito mérito na primeira parte”, durante a qual “o Sporting não teve oportunidades de golo”.

Com a equipa no último lugar da Liga, Carlos Brito admite que a visita a Alvalade, para defrontar um adversário mais forte, não surgiu numa boa altura: “Este não era o jogo ideal, está a faltar-nos ganhar um jogo”.

O avançado Hélder Postiga, referiu que o jogo de hoje foi “uma demonstração de grande atitude, pela forma como a equipa conseguiu ganhar já no final”, acrescentando: “Este o espírito que o Sporting tem que ter até final.

Gaspar, defesa do Rio Ave, lamentou o golo sofrido, garantindo que a equipa estudou bem o Sporting e trabalhou “a 200 por cento” e que poderia ter “feito mais mossa” do que fez.

A vitória do Sporting, a primeira para a Liga desde 30 de Agosto (3-1 frente à Naval”, deixa a equipa na sétima posição, em igualdade pontual (12) com o Benfica – que ainda hoje defronta o Portimonense – os Vitórias, de Guimarães e Setúbal, e o Olhanense.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.