O treinador da União de Leiria, Pedro Caixinha, desejou hoje que o avançado Lavric ajude a equipa da Liga portuguesa de futebol a suprir as necessidades atacantes que vem evidenciando.

O brasileiro, que apontou nove golos pela União de Leiria na actual Liga, deixou um lugar livre no ataque, que deve ser ocupado a partir desta semana pelo avançado esloveno Lavric, 29 anos, que estava sem clube depois de rescindir com o Sturm Graz, da Áustria.

«Temos de suprimir as necessidades que a equipa tem, tendo em conta as saídas ou lesões de jogadores. Ele vem para ser mais uma opção em termos avançados», afirmou.

Actualmente, a União de Leiria dispõe apenas de N'Gal, Zahovaiko e Zhang para o ataque. Rodrigo Silva, outro ponta de lança do plantel, está lesionado praticamente desde o início da temporada.

Após a derrota de hoje da União de Leiria com o Beira-Mar, por 3-0, no Estádio Municipal de Leiria, Pedro Caixinha disse ainda que, «em princípio», a SAD não vai procurar um substituto para Silas, o médio ofensivo que foi transferido para o Limassol, do Chipre.

Sobre a falta de resultados positivos desde a saída de Silas e Carlão, o técnico da União de Leiria assume que «a equipa sente a falta deles, no controlo dos ritmos do jogo» e, por isso, «há que encontrar dinâmicas com o grupo e procurar novas soluções».

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.