Pedro Martins reconheceu que o resultado do encontro deste domingo, entre Rio Ave e V. Guimarães, foi exagerado, uma vez que, ao contrário do que o 0-3 pode indiciar, esta foi uma partida que foi tudo menos fácil.

"Os números da vitória são exagerados, apesar da equipa ter trabalhado muito para conseguir os 3 pontos", assumiu o técnico vitoriano, antes de analisar o encontro de forma mais exaustiva.

"Foi um jogo muito emotivo, com grande intensidade e velocidade, em que aparecemos bem. Tivemos algumas boas situações e, depois de chegarmos ao golo, de penálti, o Rio Ave obrigou-nos a sofrer. Teve uma primeira parte de bom nível. Sabíamos que, no início da segunda parte, teríamos de ter a máxima atenção, mas fomos eficazes a fazer o segundo golo e, depois, o terceiro", analisou Pedro Martins, reconhecendo que esta "foi uma jornada muito positiva, perante um adversário forte, que também tem aspirações europeias".

Apesar do bom momento que a equipa atravessa, o técnico vimaranense recusa-se a embandeirar em arco. "A classificação nesta altura não me diz nada, o nosso caminho é o próximo jogo. Hoje, há que desfrutar do resultado mas amanhã já temos de pensar no próximo", não querendo também sobrevalorizar os 3 golos marcados por Marega.

"Faz parte de uma equipa solidária, onde todos estão disponíveis para ajudar e o Marega não é exceção", concluiu Pedro Martins.

O Vitória de Guimarães ascendeu ao quinto lugar da I Liga portuguesa de futebol, ao vencer por 3-0 no reduto do Rio Ave, com um ‘hat-trick’ de Moussa Marega, em encontro da nona jornada.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.