O treinador do Vitória de Guimarães, Pedro Martins, realçou hoje que o plantel está a "trabalhar bem" para entrar numa maré vitoriosa frente ao Desportivo das Aves, em jogo da 10.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Sem vencer para o campeonato há dois jogos - perdeu por 1-0 ante o Belenenses e empatou 3-3 com o Portimonense, depois de ter estado a perder por 3-0 –, o conjunto vimaranense, 10.ª classificada, com 11 pontos, está, segundo o técnico, "forte, unido, coeso" e ciente dos objetivos e da responsabilidade para dar, na deslocação à Vila das Aves, uma resposta que garanta o regresso aos triunfos.

"O grupo está bem. Sinceramente, falar desta forma com resultados que não são os melhores, não é fácil, mas há muito tempo que vem fazendo bons jogos. A equipa vem dando mostras da qualidade do seu jogo e está muito próxima de agarrar o trilho das vitórias", sublinhou, na conferência de antevisão à partida agendada para as 20:15, de domingo.

O treinador referiu, aliás, que o Vitória pode, no domingo, começar a "alterar" a situação corrente através do exemplo do jogo com os algarvios, no qual depois de ter sofrido três golos entre os 15 e os 30 minutos, num período em "nunca se encontrou", a equipa deu uma "resposta fantástica" e ficou perto de uma "reviravolta histórica".

Pedro Martins avisou, porém, que espera um jogo "difícil" e "competitivo" frente a uma equipa "ávida e necessitada de pontos", "aquém da classificação" desejada - 16.ª, com seis pontos - e recheada de "jogadores com enorme experiência no futebol português", agora treinados por Lito Vidigal.

"Tive a oportunidade de ir à Vila das Aves ver o jogo com o Benfica. É uma equipa bem organizada, já um pouco diferente da do Ricardo [Soares]. Não estou a dizer se melhor, se pior, mas diferente", disse.

Questionado sobre algumas críticas dos adeptos sobre o rendimento da equipa, nomeadamente sobre a opção tática por dois médios defensivos, Pedro Martins referiu a parceria entre Wakaso e Celis, pode não "estar a resultar", mas, com as "coisas a evoluírem melhor", a "coordenação vai ser evidente", justificando que o grupo da época passada "fez história" a jogar precisamente no mesmo sistema.

Ainda sobre a insatisfação dos vitorianos com o rendimento da equipa e a pressão que, daí, se pode gerar, Pedro Martins vincou que quem "não estiver habituado à pressão, tem de mudar de profissão", e considerou que, depois da recuperação com o Portimonense, a equipa mostrou "tarimba", "personalidade" e "uma mentalidade muito forte" para superar o momento "difícil" que vive.

O Vitória de Guimarães, 10.º classificado, com 11 pontos, defronta o Desportivo das Aves, 16.º, com seis, em jogo da 10.ª jornada, pelas 20:15 de domingo, no Estádio do Clube Desportivo das Aves, em jogo que será dirigido pelo árbitro Luís Ferreira, da Associação de Futebol de Braga.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.