Pedro Proença voltou a falar sobre o possível regresso de adeptos aos estádios, lamentando o facto de dois jogos disputados nos Açores no último fim de semana terem tido tratamentos diferentes.

"Por parte da Liga Portugal, tudo temos feito para ter adeptos nas bancadas. As nossas conversas com a DGS e o Governo vão nesse sentido. Temos sido muito ponderados neste processo de retoma. Percebemos que a evolução epidemiológica será o fator decisivo para que possamos ter adeptos nos estádios de futebol. É isso que temos trabalhado com o Governo e com a DGS e também pedindo que exista um critério de coerência e igualdade no tratamento das actividades. Com alguma tranquilidade apresentámos algum trabalho no que foram os processos de retoma das competições profissionais e a verdade é que da reunião de dia 14 não saíram as conclusões que nós queríamos. Aguardamos com expectativa a resposta do Governo ao projeto que a Liga apresentou, um projeto gradativo de integração dos adeptos no estádio. O que tem acontecido não nos tem tranquilizado, mas temos a expectativa que num curto espaço de tempo, se a curva do Covid-19 não nos atraiçoar, que teremos público nos estádios do futebol profissional", afirmou o presidente da Liga Portugal, em declarações à TVI24.

"Se aceitamos festas do Avante e em Fátima há público, não se consegue entender como não há público nos estádios. As últimas jornadas da I Liga [2019/20] decorreram de forma exemplar, com os planos de contingência. Pedimos testes ao Governo, com mil adeptos nos jogos amigáveis. Ter mil adeptos na Luz para testar... Qualquer comparação com festa do Avante, Fátima, touradas, é discriminatório em relação ao futebol. O que se passou nos Açores é inacreditável, público em jogos e Santa Clara sem público, qualquer pessoa de bom senso não aceita isto", acrescentou Proença, aludindo ao jogo entre o Fontinhas e o Estrela da Amadora, do Campeonato de Portugal, que contou com público nas bancadas.

Pedro Proença recordou ainda a reunião que teve com o Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales: "Da reunião do dia 14 com o Governo não saíram as conclusões que esperávamos, mas aguardamos com expectativa pela resposta do Governo ao projeto da Liga, que é o de ter público nos estádios. Temos a expectativa que daqui a um curto espaço de tempo teremos público nos estádios."

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.