Em declarações á margem da inauguração da primeira loja da Liga, em Matosinhos, Pedro Proença comentou a polémica em torno da cração do Cartão do Adepto.

"É uma imposição legal e que a Liga está a cumprir, uma normativa imposta pelo Governo. Sabemos de antemão os inconvenientes que o cartão tem e, em devida altura, já colocámos as nossas questões, mas vamos todos ter de nos habituar", referiu Pedro Proença.

O presidente da Liga falou ainda dos incidentes nas bancadas do Estádio Municipal de Braga durante o encontro entre o Sporting de Braga e o Sporting do passado sábado.

"Não têm mesmo lugar no futebol que queremos, um futebol positivo, em que as famílias são todas convidadas a estarem presentes. É verdade que a Liga tem feito um esforço muito grande para que o público possa voltar às bancadas, mas queremos que o futebol venha com brilho. Aquilo que se passou esta semana não é o que queremos que aconteça, mas deixamos aqui uma palavra de positividade. Foi muito tempo sem público nos estádios, temos de fazer do futebol uma festa. Um apelo à festa é o que fazemos para que todo o público venha aos estádios", referiu.

Pedro Proença desejou ainda que o limite de 33% de ocupação das bancadas seja aumentado em breve.

"As conversações entre a Liga e a DDireção-Geral da Saúde têm acontecido. Queremos que rapidamente os 33% subam, temos expectativa que no início de setembro esses números possam ser revistos. Queremos trazer o público para os estádios e queremos que esses números sejam incrementados", concluiu.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.