Paulo Pereira Cristovão, que se candidatou à presidência do Sporting e acabou por perder para José Eduardo Bettencourt, afirmou à TSF que “modelo, com estas pessoas, já tinha dado provas até à exaustão que não funcionava”.

“Estamos a falar de um administrador e de um director desportivo que não exerciam as suas funções”, afirmou o antigo candidato e depois disso congratulou Ribeiro Telles e Pedro Barbosa pelas suas decisões, afirmando que “tiveram a mesma dignidade que Paulo Bento”.

Pereira Cristovão acredita que após a demissão de Paulo Bento, o ex-director desportivo e o vice-presidente do conselho de administração do Sporting “assumiram e decidiram em consciência. Nesse aspecto o Sporting tem de lhes estar agradecido”.

Sobre o futuro do clube de Alvalade, o antigo candidato entende que “existe gente com capacidade para resolver este assunto no Sporting”, acrescentando que “quem dirige tem de tomar decisões”, passando a bola directamente para José Eduardo Bettencourt, actual presidente do Sporting e ferrenho defensor da continuidade de Paulo Bento no clube leonino.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.