Nas primeiras declarações após ter sido reeleito presidente do FC Porto, com quase 69% dos votos, Pinto da Costa mostrou-se satisfeito com a confiança que os sócios lhe demonstraram, ao elegê-lo para o seu 15.º mandato como líder máximo do clube.

"Tenho de agradecer a todos os sócios que vieram votar, sinal de que sentem e vivem o FC Porto, e de uma maneira especial àqueles que confiaram em mim. Num momento que não é fácil para ninguém, vieram dar-me um voto de confiança e um sinal de estímulo que é muito importante para as batalhas que se seguem", começou por afirmar.

Pinto da Costa deixou, depois, um recado a quem duvidou da seriedade do processo e da sua realização perante as contingências que o rodearam. "Para quem levantou suspeitas da seriedade, foi uma resposta da massa associativa extraordinária. Foi um exemplo de vitalidade, respeito e interesse pela vida do FC Porto", frisou.

A terminar, Pinto da Costa prometeu o mesmo empenho que sempre demonstrou, desde o primeiro dia. "Estou feliz. Os sócios queriam que eu continuasse e é isso que vai acontecer, sempre a defender os interesses do FC Porto. Temos muitas prioridades, como a construção do centro de estágio e a manutenção da competitividade das nossas equipas. Vou continuar todas as noites a deitar-me com consciência tranquila que fiz tudo o que achava que é o melhor para o clube. Terei sempre os sócios como prioridade e os adeptos no coração", concluiu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.