O presidente do FC Porto, Jorge Nuno Pinto da Costa, e o assessor jurídico da SAD do Benfica, Paulo Gonçalves, em representação de Luís Filipe Vieira, vão ser ouvidos esta quarta-feira no Tribunal Arbitral de Desporto, em Lausanne, Suíça, no âmbito do processo que opõe o Sporting à Doyen na venda do internacional argentino Marcos Rojo ao Manchester United.

Segundo escreve o diário Record, o presidente do FC Porto e o dirigente do Benfica vão ser ouvidos como testemunhas abonatórias da Doyen, o fundo de investimento que colocou Rojo no Sporting antes do defesa central argentino rumar ao Manchester United.

De acordo com o referido jornal desportivo, Florentino Pérez e Adriano Galliani vão também ser ouvidos até quinta-feira, para além de Godinho Lopes, antigo presidente do Sporting, e José Filipe Nobre Guedes, antigo administrador da SAD do Sporting, com o pelouro das finanças.

Javier Tebas, líder da liga espanhola, é outra das testemunhas abonatórias da Doyen que irá responder no Tribunal Arbitral de Desporto no caso Rojo.

Seja o melhor treinador de bancada!

Subscreva a newsletter do SAPO Desporto.

Vão vir "charters" de notificações.

Ative as notificações do SAPO Desporto.

Não fique fora de jogo!

Siga o SAPO Desporto nas redes sociais. Use a #SAPOdesporto nas suas publicações.