Pinto da Costa assinou mais uma vez um artigo na Revista Dragões onde aborda as eleições realizadas no passado fim de semana e que terminaram com a sua reeleição, realçando a resposta dos portistas ao ato eleitoral.

"Sou presidente do FC Porto há 38 anos e já vi o nosso clube ser enterrado muitas vezes por quem nos quer mal. Costuma ser bom sinal. De cada vez que isso acontece, respondemos com força e suscitamos ainda mais razões para continuarmos a ser invejados. Foi o que aconteceu nas últimas semanas. As eleições que se realizaram a 6 e 7 de junho foram um momento espantoso. (...)  contribuiu para mostrar que o FC Porto está bem vivo", disse.

O líder do FC Porto abordou ainda o que falta da época, não só no campeonato onde, afirma, "sabemos que o caminho ainda é longo" mas tambem na Taça de Portugal.

"Sabemos que por vezes há obstáculos que temos de enfrentar além dos nossos adversários. Mas não deixaremos de lutar contra tudo e contra todos. Foi sempre esse o nosso percurso. E é por isso que o FC Porto de hoje é tão diferente do que existia a 25 de abril de 1974", escreveu.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Desporto. Diariamente. No seu email.

Notificações

SAPO Desporto sempre consigo. Vão vir "charters" de notificações.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.